14.10.05

EU

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho, e desta sorte
Sou a crucificada... a dolorida...

Sombra de néve ténue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!...

Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chama triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou!

Florbela Espanca

24 Comments:

Blogger Yakira said...

Florbela Espanca - é um dos meus favoritos...

5:23 PM  
Blogger badger said...

Oi!!
Venho desta forma retribuir a visita que fizeste ao meu blog... e pelo que vejo, vou já linkar o teu... assim passo mais vezes!!!
Subscrevo a Yakira.... até porque a Grande Florbela Espanca é quase uma conterrânea!!

5:43 PM  
Blogger nana said...

obrigada pela visita lá no estaminé

cito também a Florbela;

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Áquem e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhas de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dize-lo cantando a toda a gente!
;)

6:22 PM  
Blogger António said...

Antero, Natália, Pessoa, Gedeão e...parece que Florbela.
Este é um novo blog que se propõe divulgar poesia portuguesa.
Acho que começaste muito bem.
(apesar de eu preferir a prosa)
E não esqueceste uma campanha publicitária...eh eh
Beijinhos

1:04 AM  
Blogger Bárbara Vale-Frias said...

Gostei muito de visitar o teu blog... ainda muito bebé :)

Como deves ter reparado, a poesia não é o meu forte. Aliás, os dois únicos poemas que lá postei não fui eu que os escrevi mas sim o meu pai. Ele sim, adora escrever poesia :) Eu prefiro apenas lê-la ;)

Volta ao Sublimações mais vezes e vai deixando comentários.

Bjs

1:04 AM  
Blogger Victor said...

Bonita partilha de poetas que estão no sentir de todos nós enriquecida com inspiração pessoal. Com amizade voltarei por cá com assiduidade.

1:46 AM  
Blogger Paula Raposo said...

Florbela Espanca sempre! Obrigada pela visita ao meu blog.

1:57 AM  
Blogger Ana Abreu said...

Olá, Obrigada pela visita ao meu blog.
O teu blog é mto bonito.
Vou passar por cá mais vezes com certeza.

Bjo e bom fim de semana.

2:01 AM  
Blogger Poesia Portuguesa said...

A Poesia de Florbela Espanca...uma das minhas favoritas.

Ainda bem que~a Poesia não morre no coração das pessoas...

Um abraço e bom fim de semana :)

2:48 AM  
Blogger SaltaPocinhas said...

Olá!
Vou tentar ser visita assídua do teu blog, porque gosto de ler bons poemas. Mas não eperes que comente porque fico sem ter nada para dizer, a não ser que foi uma excelente ideia. Já me tinha passado pela cabeça fazer um blog identico mas só com poesia para crianças...(copiada de bons autores, claro, que eu não sei inventar uma quadra!)

3:34 AM  
Blogger Maria said...

Obrigada pelo convite. Também adoro poesia e este poema que escolheste é lindo. Já conhecia mas é sempre bom relêr as obras de arte literárias que temos.
Voltarei! :)

3:36 AM  
Blogger Vivis said...

Obrigada pelo convite, estarei sempre por aqui.

Beijinhos

4:19 AM  
Anonymous poemar said...

Obrigado pela visita. Gostei do teu espaço. Tem objectivos semelhantes ao meu.Se pretenderes enia-me o teu endereço completo para te ligar no mel blogue, certo? Tudo de bom e... força!

poemar@simplesnet.pt

5:07 AM  
Anonymous poemar said...

Desculpai-me os erros de digitação...

5:09 AM  
Blogger Pinto Ribeiro said...

se é de poesia, venho. bom dia.


passa por alguns links d'ocavaco. ou vai directamente ao "elogioda palavra".

6:07 AM  
Blogger André Mello said...

esse poema só me tras boas recorações. recordaçõe da Peça de teatro "Imagens" na kual este poema foi uma parte integrante. Adorei fazer este espetaculo e adorei valorizar o que portugal tem de melhor.

6:35 AM  
Anonymous moonlight said...

obrigada pelo comentário e convite, vim e gostei

7:04 AM  
Anonymous Pakkatto said...

é bom receber um convite e ser recebido por Florbela. Obrigado.

7:20 AM  
Blogger Passaro Azul said...

Obrigada pelo convite.
Aqui estou e gostei bastante do que li.
A poesia e os autores escolhidos, são fantásticos.
Voltarei sem duvida.
Será um dos meus voos predilectos.
Até breve :)

7:28 AM  
Blogger TMara said...

um prazer conhecer o teu blog. Gosto muito de Florbela k considero um dos grandes poetas portugueses posta no esquecimento e cionsiderada menos pelo seu intimismo e, talvez por ser mulher e ousar romper códigos.Bom f.s Bjs e ;)

7:54 AM  
Blogger TMara said...

um prazer conhecer o teu blog. Gosto muito de Florbela k considero um dos grandes poetas portugueses posta no esquecimento e cionsiderada menos pelo seu intimismo e, talvez por ser mulher e ousar romper códigos.Bom f.s Bjs e ;)

7:54 AM  
Blogger Natalie Afonseca said...

Olá!!
Só o nome deste teu blog é muito sugestivo!! Também eu sou amante da poesia, como pudeste ver no minha teia.
Boa escolha este poema de Florbela Espanca.
Também reparei eu O Livro do Desassossego é uma das tuas preferências...boa!! :)
Obrigada pelo fio que deixaste na minha teia, será sempre bem-vinda!

Cumprimentos **

8:02 AM  
Anonymous Anonymous said...

That's a great story. Waiting for more. allergies 1978 ferrari ferrari car drawing Effexor 50 mg Payday loans ontario 07 acura rsx Florida amex merchant account hotel accommodation latina Smartlibrary document undelete auditing workflow for central coffee espresso makers loughin Buy valtrex acyclovir herpes treatment online com Order phendimetrazine seller Blood diabetes low pressure Maca zocor reaction Ferrari dino replica

8:29 PM  
Anonymous Anonymous said...

Aprendi muito

9:22 PM  

Post a Comment

<< Home